Publicações
Notícias
26 / Jan / 2021
Greve do gás é anunciada dia 1 de fevereiro por revendedores contra altas da Petrobras.

Greve do gás é anunciada dia 1 de fevereiro por revendedores contra altas da Petrobras.

Uma paralisação dos revendedores de gás do estado de São Paulo pode acontecer no dia 1º de fevereiro. O protesto será realizado contra os aumentos no gás de cozinha, promovidos constantemente pela Petrobras.

O movimento é programado pela SP Gás e pela Associação dos Revendedores do Estado de São Paulo (Apregás). Em um primeiro momento, apenas SP confirmou participação na greve.

Apesar da previsão, ainda não foi definido se as empresas vão só abaixar as portas ou se vão estacionar caminhões na entrada das principais distribuidoras de gás.

Em entrevista ao bahia.ba, o diretor do Sindicato Dos Revendedores de Gás do Estado da Bahia (SinRevGás) Robério Souza afirmou que já é estudada a possibilidade de paralisação das atividades no estado. De acordo com ele, a ideia de São Paulo é realizar uma mobilização nacional, mas por necessitar de mais organização, a participação ainda não foi definida.

Conforme Robério Souza, como o gás de cozinha é um produto de primeira necessidade, uma das ideias já levantadas para a participação no protesto seria a de paralisar as entregas e manter apenas as lojas de revendas abertas, a fim de não penalizar a população.

“Gostaríamos de abrir um debate com a Petrobras para rever a política de precificação em um produto de primeira necessidade, pelo menos nesse momento de pandemia. (…) Está pesando no bolso do consumidor”, frisou.

Autor/Veículo: Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis)

Comente essa publicação

Fale Conosco