Publicações
Notícias
17 / Ago / 2021
Será que o mercado de postos de combustível é promissor?

Será que o mercado de postos de combustível é promissor?

No Brasil, o mercado é rentável, desde que o empresário tome medidas preventivas antes da instalação. Entre elas está a escolha do ponto, tendo que ser estratégico e com boa movimentação de carros, motos e afins.

O custo de instalação não é pequeno e existem duas possibilidades:

1) marca própria;

2) franquia de alguma marca.

Geralmente, os gastos giram em torno de um milhão e é preciso obter licenças tanto na Agência Nacional do Petróleo (ANP) quanto na Cetesb e na prefeitura. No entanto, os investimentos valem a pena, pois até mesmo o abastecimento dos elétricos necessitará de pontos autorizados, ou seja, a tendência é que as inovações ajudem na melhoria dos lucros.

Uma valiosa dica para você não errar nesse investimento, é fazer uma minuciosa análise de mercado e também dos possíveis riscos. É preciso entender de contabilidade, das normas regulamentadoras e, também, saber montar uma equipe de qualidade e com profissionais capacitados.

Também é importante verificar se é melhor ser bandeira branca ou fazer parte de alguma franquia. Nesse último aspecto, a marca destina uma assessoria e até cobre alguns custos, desde que o proprietário mantenha a revenda exclusiva.

Tendo em vista que o processo de abertura de um posto de combustíveis é bem detalhado, nada melhor que contar com uma assessoria competente no ramo, como assessoria jurídica da AMBR, acompanhamento técnico, auxílio na contratação dos funcionários e outros.

Assim, fica mais garantido o investimento, pois é importantíssimo o acompanhamento de profissionais que entendem do segmento.

Portanto, o planejamento é essencial para você obter sucesso nesse negócio. o mercado de postos de combustíveis é bem promissor e se mantém estável mesmo com a crise do coronavírus, pelo fato de ser um serviço essencial. Assim, trata-se de um bom investimento para quem pretende entrar nesse segmento.



Autor/Veículo: : Blog Minaspetro.

Comente essa publicação

Fale Conosco